Vídeo:Dep. Leticia Aguiar fala sobre a menina de 10 anos vítima de estupro

Bastante emocionada com o caso da menina de 10 anos, deputada pede punição rigorosa para estupradores e pedófilos

0
925
Guardas Fala sobre Menina de 10 anos

Durante a Sessão Plenária a deputada estadual Leticia Aguiar , utilizou de seu tempo na tribuna do plenário da Assembleia Legislativa, para ler uma nota, acerca do caso de menina de 10 anos que foi vítima de abuso sexual e estupro.

A parlamentar bastante emocionada com o caso da menina de 10 anos, que ganhou repercussão e comoção nacional, optou pela leitura do texto ao invés do improviso, para não ser traída pela emoção e poder dar sua mensagem em defesa da vida: “O aborto dessa menina foi consumado, e um homicídio ocorreu… tiraram a vida de um bebê e são duas as vítimas em dois crimes: Estupro de vulnerável e homicídio contra o bebê”.

É inimaginável o que essa garotinha de apenas 10 anos de idade passou

Deputada estadual Leticia Aguiar

Como mãe de uma menina, fico indignada, estarrecida e muito comovida, pois eu sei como as meninas nessa idade são inocentes e indefesas. Infelizmente eu só posso lamentar profundamente e continuar minha luta contra o aborto e a favor de punições mais severas para os estupradores e pedófilos”, disse a deputado.

Agora devemos trabalhar para que o homem responsável por essa barbárie, seja quem for, este Monstro, este Ser Abominável, este crápula, possa pagar pelos dois crimes e que seja condenado” concluiu.

Confira a íntegra do discurso da deputada Leticia Aguiar (PSL) durante o Grande Expediente de terça-feira (18/08).

DADOS
Segundo dados tabulados pela BBC News Brasil no Sistema de Informações Hospitalares do SUS, do Ministério da Saúde, o Brasil registra ao menos seis abortos por dia em meninas de 10 a 14 anos, em média.
Só em 2020, foram ao menos 642 internações. O país registra também uma média anual de 26 mil partos de mães com idades entre 10 a 14 anos.
Desde 2008, foram registrados quase 32 mil abortos envolvendo garotas dessa faixa etária.

Nos últimos dez anos, o Brasil registrou, em média, uma interrupção de gravidez por razões médicas por semana envolvendo meninas de 10 a 14 anos. Em 2020, foram ao menos 34 ocorrências nesta faixa etária e 1.022 incluindo mulheres de todas as idades.
Se o número parece alto para quem não acompanha o assunto, ele é pequeno perto da quantidade de estupros de crianças e adolescentes que ocorrem no Brasil: a cada hora, quatro meninas de até 13 anos são estupradas no país, segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui