Deputada Leticia Aguiar cobra pavimentação da Rodovia Nilo Máximo em Santa Branca

Recursos judiciais impediram o início das obras de pavimentação da SP 077

0
717
Rodovia Nilo Máximo
DEPUTADA LETICIA AGUIAR FISCALIZA OBRA DE PAVIMENTAÇÃO DA RODOVIA NILO MÁXIMO EM SANTA BRANCA, PARADA HÁ UM ANO.

A deputada estadual Leticia Aguiar esteve pessoalmente vistoriando a rodovia Nilo Máximo (SP-77), uma importante ligação entre Salesópolis e Santa Branca, interligando o Alto Tietê com a região do Vale do Paraíba.

A estrada entre Santa Branca e Salesópolis teve anúncio de obras e melhorias anunciadas em junho de 2018, em cerimônia no Palácio dos Bandeirantes, quando foi dado o aval do Governo do Estado para que os 2,2 quilômetros da rodovia Nilo Máximo (SP-77), no trecho entre as duas cidades recebesse pavimentação.

A estrada de terra deveria ter suas obras iniciadas em março de 2019, depois de percorrer o trecho em meio ao pó e encontrar apenas as placas com anúncio das obras, Leticia Aguiar postou um vídeo nas redes sociais indignada pelo fato de obra sequer ter sido iniciada.

Placa anuncia obra na Rodovia Nilo Máximo
Placa dos serviços de pavimentação da rodovia Nilo Máximo – SP 077

Segundo informações do DER a obra está sub-júdice, tendo em vista recursos que aguardam julgamento, a deputada lamentou o fato: “Infelizmente há uma disputa judicial entre as empresas que participaram da licitação e por isso a obra não foi iniciada pela empresa vencedora do certame. Enquanto os recursos não forem julgados a população fica prejudicada”, disse Leticia.

A deputada vem acompanhando e fiscalizando o andamento de obras em toda a região, com o objetivo de colaborar para agilizar os processos para que a população não seja prejudicada. A parlamentar se comprometeu a continuar fiscalizando obras e cobrando melhorias do Governo do estado.  

“É Lamentável a quantidade de obras paradas em função de questões judicias nas licitações, isso gera desperdício de dinheiro público e prejudica a população”, disse Leticia Aguiar.

“No caso desta obra do trecho da Rodovia Nilo Máximo entre Santa Branca e Salesópolis o prejuízo é enorme, não só para os moradores, mas também para o desenvolvimento da vocação turística da região”, concluiu a deputada.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui