Governo de SP amplia número de conselhos de segurança na região de Ribeirão Preto

Já são 53 grupos de pessoas do mesmo bairro ou município que auxiliam as forças de segurança no combate à criminalidade

0
113
Conseg Ribeirão Preto

A região de Ribeirão Preto ampliou a participação da comunidade nos Conselhos Comunitários de Segurança (Conseg). Na atual gestão da Secretaria da Segurança Pública (SSP), o número de conselhos aumentou de 30 para 53 em atuação.

Para valorizar a participação dos voluntários, a SSP promoveu na segunda-feira (4) o ciclo Estadual da Integração Comunitária dos Consegs para os municípios da região de Ribeirão Preto. Além de reconhecer o esforço dos integrantes, a nova etapa promove a capacitação das pessoas que atuam nos Consegs com o objetivo de fortalecer as ações desenvolvidas pelos conselhos.

“Essa ação é um reconhecimento e uma retribuição ao trabalho de vocês que nos trazem um diagnóstico dos problemas da região”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Guilherme Derrite, durante o evento. “Nós não vamos fugir dos problemas, e com os senhores vamos atuar para melhorar a segurança em nosso Estado.”

O presidente do Conseg de Ribeirão Preto, Maurício Ribeiro de Arruda, avalia que a principal meta atualmente é mostrar à sociedade a importância da participação na elaboração de políticas públicas. “Nós temos que auxiliar os órgãos públicos, com as demandas e a participação efetiva, para a realização de mais ações pontuais, conforme a necessidade da comunidade”, disse. Para ele, participar do evento é uma maneira de valorizar e capacitar os voluntários que atuam nos Consegs.

“Essa união é fundamental para que o policial entenda o trabalho que realiza na comunidade para prestar um serviço cada vez melhor à sociedade”, afirmou o coronel Cássio Araújo de Freitas, comandante-geral da Polícia Militar.

Ribeirão Preto possui 812 programas de Vizinhança Solidária

A região de Ribeirão Preto conta com 63 municípios e uma população de quase 4 milhões de habitantes.

Neste ano, o programa Vizinhança Solidária, que é um braço do Conseg, foi ampliado chegando a 812 ativos, a maioria na área urbana, mas também no apoio às ações da ronda escolar e na área rural. O objetivo é incentivar as ações de prevenção primária nos locais onde as pessoas moram, trabalham ou estudam por meio de ações destinadas a evitar ou reduzir as ocorrências.

“O programa tem ajudado muito na redução dos indicadores criminais. Isso se deve à participação da população no apoio às forças de segurança”, afirmou coronel Marcelo Sançana, do Comando de Policiamento do Interior (CPI-3).

Conforme os dados do Deinter 3, neste ano, a maioria dos índices criminais reduziram na região, como homicídios (5%), roubos (13%), roubos de veículos (8%) e furtos de veículos (8%) na comparação com o mesmo período de 2022.

“O Conseg é uma ferramenta de união das forças. A gente precisa conversar com a sociedade porque ela precisa ter uma porta aberta com a delegacia sem burocracia para ouvir os problemas da região”, lembrou o delegado Jorge Amaro Cury Neto, diretor do Deinter 3.

O coordenador estadual dos Consegs, coronel Leonardo Isipon, abriu a etapa do ciclo e agradeceu aos voluntários que atuam no conselho. “O evento é a coroação de um trabalho que vem sendo realizado há um bom tempo. É essencial a participação da comunidade no trabalho desenvolvido diariamente pelas forças de segurança do Estado”, afirmou.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui