Governo de SP entrega moradias e saneamento a 186 famílias em São Sebastião

Tarcísio de Freitas participa de cerimônia no bairro de Maresias; ainda neste mês, mais 518 residências serão entregues no município

0
65
São Sebastião

A manhã deste sábado (3) ficará marcada como um recomeço mais digno e seguro para centenas de famílias de São Sebastião, no Litoral Norte. O governador Tarcísio de Freitas foi ao bairro de Maresias e entregou 186 apartamentos para moradores afetados pelas chuvas extremas no carnaval de 2023, além de uma estação de tratamento de esgotos da Sabesp. A cerimônia simbolizou o sucesso das iniciativas de reconstrução e resiliência urbana na região por meio do Governo do Estado.

“Nós estamos entregando apartamentos com dez meses de obras, que é o prazo mais rápido da CDHU na história. A gente nunca vai se esquecer do que aconteceu no Litoral Norte, há um compromisso muito forte do Governo do Estado com São Sebastião. Por mais que a gente esteja entregando hoje a primeira etapa de apartamentos, nós vamos continuar na cidade. Vamos trabalhar muito conectados e de mãos dadas com a população”, disse Tarcísio.

A solenidade também reuniu a primeira-dama Cristiane Freitas, o vice-governador Felicio Ramuth, os secretários estaduais Marcelo Branco (Desenvolvimento Urbano e Habitação), Natália Resende (Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística), coronel PM Henguel Ricardo Pereira (Casa Militar e Defesa Civil), André Porto (Gerência de Apoio do Litoral Norte) e Lais Vita (Comunicação), o prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, deputados, vereadores e autoridades estaduais e municipais de diversas áreas.

Esta é a etapa mais importante de acolhimento às famílias que tiveram perdas nos desastres de fevereiro de 2023. Ainda neste mês, o Governo de São Paulo vai entregar outras 518 moradias em São Sebastião, no bairro de Baleia Verde. Em Maresias, as primeiras famílias vão iniciar a mudança na próxima segunda (5).

O investimento do Estado na construção das 704 moradias de Maresias e Baleia Verde foi de R$ 260 milhões – o condomínio entregue neste sábado teve aporte de R$ 52,3 milhões.

A iniciativa do Estado priorizou moradores afetados por deslizamentos e cadastrados pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) imediatamente após o socorro do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, em fevereiro de 2023.

As famílias contempladas estavam abrigadas temporariamente no município vizinho de Bertioga, em apartamentos requisitados provisoriamente pela CDHU, e na Vila de Passagem construída no bairro Topolândia.

“Fico muito feliz em fazer a entrega desses apartamentos. É uma grande satisfação participar desse capítulo de recomeço para essas famílias, entregando um elemento fundamental para a segurança das pessoas, que é sua casa, o seu lar”, destacou o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Branco.

Com a entrega de moradias definitivas em menos de um ano, o Governo de São Paulo estabelece um novo marco no atendimento habitacional após desastres naturais no país. São apartamentos de alta qualidade construtiva, seguros e devidamente regularizados, com infraestrutura instalada para fornecimento de água e tratamento de esgoto.

“Desde março viemos em um trabalho constante como governo, coordenando secretarias, agências, ONGs e entidades que apoiavam a reconstrução e recomeço de uma São Sebastião pós-desastre climático. Hoje, posso dizer que valeu a pena. Olhar nos olhos das pessoas e ver a felicidade delas nessa primeira entrega, a esperança”, declarou o secretário da Gerência de Apoio do Litoral Norte, André Porto.

Em situações normais, obras desse porte seriam entregues em cerca de 36 meses, aproximadamente. Para atingir esse objetivo, a gestão estadual precisou inovar para superar dificuldades técnicas e propor soluções de desburocratização, como explica o presidente da CDHU, Reinaldo Iapequino.

“Mesmo com muitos desafios, conseguimos entregar bons apartamentos, seguros e em tempo recorde. Para preparar os terrenos que são muito úmidos, foram aplicadas soluções técnicas inovadoras. Por ser uma região onde chove muito, as equipes precisaram se adaptar constantemente, superaram desafios e executaram o trabalho com grande eficiência.”

Moradias novas e equipadas

O condomínio em Maresias tem seis prédios de apartamentos de 44 m² com dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Os moradores receberam geladeira, fogão, forno micro-ondas e tanquinho quando se mudaram provisoriamente para Bertioga e vão ficar definitivamente com os equipamentos em seus novos lares.
As famílias também receberam camas de casal e de solteiro com colchões e cobertores. Nas áreas comuns, há parque infantil e aparelhos de ginástica, área verde, espaço pet, estacionamento, locais de convivência e centros de apoio ao condomínio.

Saneamento

A Sabesp também entregou a nova estação de tratamento de esgotos da CDHU em Maresias. Com investimento de R$ 700 mil, a unidade vai beneficiar as 186 famílias do novo conjunto habitacional construído pelo Governo de São Paulo.

A nova instalação possui capacidade de tratamento de 1,5 litros de efluentes por segundo e constitui de tratamento preliminar: caixa de gordura, gradeamento e peneira; dois trituradores na entrada, dois reatores biológicos, tanque de contato e sistema de filtragem e desinfecção

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui