SP conclui primeira etapa da recuperação florestal em São Sebastião

Cicatrizes nas encostas na Vila Sahy, área mais afetada pela tragédia de 2023, receberam plantio de espécies da Mata Atlântica

0
175
São Sebastião

A primeira etapa da recuperação ambiental na Serra do Mar, no Litoral Norte de São Paulo, foi concluída em menos de um ano após as intensas chuvas que atingiram São Sebastião. A iniciativa da Secretaria do Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística, em parceria com a Fundação Florestal, começou em novembro.

O foco inicial foi a Vila Sahy, um dos pontos mais afetado pelos temporais. Ao todo, foram investidos R$908 mil. Os serviços permitiram o plantio de leguminosas e arbustivas em mais de 2 hectares, utilizando uma técnica inovadora chamada hidrossemeadura.

A abordagem moderna facilitou o enraizamento das plantas, proporcionando estabilidade às encostas e minimizando os riscos de novos deslizamentos. A escolha de leguminosas deve-se ao crescimento mais acelerado da espécie, permitindo estabilizar o solo e desenvolver uma vegetação mais robusta, sendo uma solução duradoura e sustentável, como explica o diretor-executivo da Fundação Florestal Rodrigo Levkovicz.

“Essa técnica promove a indução de um processo de restauração natural, porque com a vegetação pioneira crescendo, e sendo complementado com a chuva de sementes que a floresta propicia, foi acrescida a instalação de biomantas nas áreas mais declivosas, e biorretentores para que pudéssemos melhorar a estabilidade do solo, diminuir o carreamento da lama e assim propiciar uma maior estabilidade das encostas”, complementa Rodrigo.

Ainda no local, há outras ações coordenadas pelo Governo do Estado de São Paulo que incluem obras de drenagem, muros de contenção, recuperação de rodovias e construção de moradias.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui