Governo de SP lança programa para formação de professores de inglês

Projeto piloto será aplicado em escolas da Grande São Paulo e Vale do Ribeira e vai promover capacitação de professores do idioma

0
187
Inglês para todos

O Governador João Doria e o Secretário da Educação, Rossieli Soares apresentaram nesta sexta-feira (13) o projeto piloto “Inglês pra Todos”, um programa de formação na língua inglesa para professores da rede estadual, apoiado pela iniciativa privada. A meta é traçar um diagnóstico do nível de proficiência do idioma entre os mais de 18 mil professores de inglês da rede estadual, além de contribuir para suprir eventuais defasagens e oferecer novas práticas didáticas.

“É um sonho do Governo do Estado que se materializa com investimento privado, garantindo, assim, maior e melhor oportunidade de emprego e perspectiva futura para aqueles que, tendo o domínio do inglês, possam ter uma nova e melhor oportunidade de vida”, disse Doria.

Na rede estadual de São Paulo, o inglês é disciplina obrigatória do sexto ano do ensino fundamental até o ensino médio. A Secretaria de Educação vai investir na formação do professor e contribuir com a aprendizagem dos alunos de forma mais rápida e eficaz.

Quando estiver em funcionamento, o programa terá duração de dois anos. O valor do investimento será de R$ 4,2 milhões e totalmente custeado pela iniciativa privada.

Os módulos das aulas serão aplicados de acordo com a proficiência de cada professor. Os níveis básico, intermediário e avançado terão duração de 60 a 80 horas, cada, e serão aplicados na modalidade de ensino à distância (EAD).

O módulo de práticas didáticas terá duração de 30 horas e ocorrerá no modelo EAD, podendo contar com tutoria especializada. Já o módulo de formação será aplicado em 12 horas de aulas presenciais e outras 24 horas online. Neste último, serão atendidos professores que se destacaram durante o curso, e os conhecimentos adquiridos reaplicados por toda a rede.

“Nosso foco é apoiarmos os professores para atingirmos esse ensino de excelência em língua inglesa. Formar um time de professores de alto nível para serem formadores dos demais, em nossa rede”, destacou o Secretário Rossieli.

Aplicação

O programa será desenvolvido por três prestadores de serviços especializados durante seis meses com docentes das escolas na Região Metropolitana de São Paulo e Vale do Ribeira. Cada um deles deverá formar 300 professores pré-selecionados com diversos níveis de proficiência na língua inglesa.

A adesão dos professores será voluntária e os interessados deverão se inscrever, a partir de 30 de março, pelo site do programa (www.inglespratodos.educacao.sp.gov.br).

Os docentes serão submetidos a testes que têm como base escalas de proficiência reconhecidas internacionalmente. O diagnóstico do nível de proficiência dos professores e as formações em escalas menores vão melhorar a implementação do programa.

A primeira fase consistirá no diagnóstico do nível de proficiência de todos os docentes inscritos. Após os testes online, a Secretaria da Educação irá modular as formações de acordo com as necessidades evidenciadas pelo diagnóstico de cada docente.

Os professores farão as provas ao início e ao final das formações. Os testes serão realizados pela Mastertest, apoiadora do programa, e têm como referência o Test of English as a Foreign Language (TOEFL), teste reconhecido internacionalmente. Ao final do programa, 500 professores serão premiados com a certificação do TOEFL, de acordo com critérios a serem estabelecidos pelo Estado.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui