Representação do PL quer invalidar votos de alguns modelos de urnas

Laudo de auditoria do partido indica inconsistência em 279 mil urnas

0
39
Representação do PL
O presidente nacional do Partido Liberal (PL), Valdemar Costa Neto, fala com a imprensa no Centro de Eventos e Convenções Brasil, em Brasília.

O presidente nacional do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto, anunciou nesta terça-feira (22) que a sigla entrou com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para anular votos de alguns modelos de urnas eletrônicas nas eleições do último dia 30 de outubro.

O documento indica que “em todas as 279.336 urnas eletrônicas dos modelos UE2009, UE2010, UE2011, UE2013 e UE2015, utilizadas no Segundo Turno das Eleições Gerais de 2022” foram verificadas inconsistências.

Segundo o partido, laudo técnico de uma auditoria realizada pela entidade Instituto Voto Legal, contratada pelo partido, indica que foram constatadas evidências de mau funcionamento de urnas eletrônicas, através de eventos registrados nos arquivos Logs de Urna.

Repercussão à representação do PL

Nas redes sociais diversas pessoas comentaram o conteúdo da entrevista coletiva do Partido Liberal e a representação do PL que pede a anulação das urnas antes de 2020.

A deputada estadual Leticia Aguiar reproduziu um trecho do vídeo da coletiva, veja abaixo:

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui