Afinal, quem descobriu o Brasil?

Foi Pedro Álvares Cabral mas por pouco, o Brasil não fora encontrado por outros navegadores: Duarte Pacheco Pereira, Vicente Pinzón e Diego de Lepe

0
1271
Descobrimento do Brasil
Desembarque de Pedro Álvares Cabral em Porto Seguro em 1500, obra do pintor Oscar Pereira da Silva (Oscar Pereira da Silva/ Reprodução)

No dia 22 de abril comemoramos 520 anos do descobrimento ou descoberta do Brasil. Na mesma data, só que no ano de 1.500, Pedro Álvares Cabral chegava às terras de “Vera Cruz”, que mais tarde seriam chamadas de Brasil. Ele chegou próximo à região de Porto Seguro, no estado da Bahia.

Pedro Álvares Cabral não foi o primeiro português a pisar em solo brasileiro. Por pouco, o Brasil não fora encontrado por outros navegadores: um português, Duarte Pacheco Pereira (1560-1533), e dois espanhóis, Vicente Pinzón (1462-1514) e Diego de Lepe (1460-1515).

Na verdade, quem fez isso foi Duarte Pacheco Pereira, um navegador militar. Em 1498 ele foi designado por D. Manuel I para uma expedição secreta para reconhecer as zonas situadas além da marcação de Tordesilhas. A expedição dele partiu do arquipélago de Cabo Verde e chegou em algum ponto da costa entre o Maranhão e o Pará. A partir desse ponto, Pereira seguido pela costa Norte, até a foz do Rio Amazonas e a Ilha de Marajó.
“O consenso é de que Portugal sabia da existência de terras no Atlântico. Caso contrário, não teria pressionado o papa Alexandre VI para modificar a bula Inter Coetera, de 1493, que deixava os portugueses de fora do Novo Mundo descoberto por Colombo em 1492″, observa Vainfas.

“Mas o fato é que a viagem de Cabral ia mesmo para a Índia. Uma tempestade desviou a rota e eles deram em Porto Seguro. Uma coisa é saber que havia terras ali. Outra é montar uma expedição com o propósito de aportar no sul da Bahia. Por isso, o historiador português Joaquim Romero de Magalhães (1942-2018) prefere chamar a viagem de ‘achamento’ e não de ‘descobrimento’.”

Quanto a Vicente Pinzón, o explorador espanhol teria atingido o Cabo de Santo Agostinho, no litoral de Pernambuco, no dia 26 de janeiro de 1500 — três meses antes da chegada de Cabral a Porto Seguro, na Bahia.

Experiente, integrou a frota que, sob o comando de Cristóvão Colombo (1451-1506), descobriu a América, em 1492. Poucas semanas depois, em fevereiro de 1500, o primo de Pinzón, Diego de Lepe, também navegou por águas brasileiras.

A Espanha só não reivindicou a descoberta do Brasil por causa do Tratado de Tordesilhas. Mesmo assim, o rei Fernando II de Aragão condecorou Vicente Pinzón e Diego de Lepe pela façanha de eles terem “descoberto” o Brasil.

Também é discutido se realmente o Brasil foi descoberto, já que antes de Cabral e Pereira, nosso país já era habitado por povos nativos desde a pré-história.

Assista ao vídeo do Plenarinho sobre a viagem de Cabral:

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui