Governador sanciona lei que garante cesárea na rede pública

0
532
Protocolo saúde

“Conquistamos hoje uma grande vitória em favor da vida!”

Deputada Leticia Aguiar

O projeto de lei 435/19, de autoria da deputada Dra. Janaína Paschoal, que contou com o apoio da deputada Leticia Aguiar para sua aprovação nas comissões e no plenário da Alesp, foi sancionado pelo Governador João Doria, nesta sexta-feira (23), a lei estadual garante às gestantes a possibilidade de optar pelo parto cesariano a partir da 39ª semana de gestação, bem como a analgesia, mesmo quando escolhido o parto normal.

Agora as mulheres terão autonomia para escolher entre o parto normal e a cesariana, preservando a saúde da criança e da gestante.

A deputada Leticia Aguiar criticou aqueles que apontam o projeto e a sanção do Governador alegando aumento de despesas: “Como DEFENSORA DA VIDA, não me calarei contra quem se levanta apontando gastos públicos neste projeto, mas defende o aborto e quer financiar a morte com dinheiro público pelo SUS” , declarou a parlamentar.

Opção é válida a partir da 39ª semana de gestação; legislação também dá direito a analgesia no parto normal

“É justo que todas as mulheres tenham o direito à cesariana em maternidades ou hospitais da rede pública estadual se assim o desejarem”, disse Doria. Ele destacou que a gestante deverá ser informada sobre os benefícios do parto normal e riscos de sucessivas cesarianas.

O Governado publicou em suas redes sociais vídeo anunciando a medida ao lado da primeira dama Bia Dória, de Janaína Pascoal e do Secretário da Saúde José Henrique German. VEJA ABAIXO:

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui