Menor taxa de homicídios da série histórica coloca estado de SP entre os mais seguros

Estado atinge a menor marca para o mês desde 2001; roubos de veículos também têm menor ocorrência em 24 anos

0
76
Roubos caem polícia militar prende Homicídios caem
Uso de câmeras acopladas aos uniformes de policiais militares do estado de São Paulo para registro das suas ações, implementada em 18 unidades, ajudou a reduzir violência policial,trazendo resultados emblemáticos.

O Estado de São Paulo atingiu em janeiro deste ano o menor número de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) da série histórica para o mês, iniciada em 2001. O total de casos teve redução de 14% na comparação com janeiro de 2023, passando de 250 para 215.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, a taxa a cada 100 mil habitantes no estado entre fevereiro de 2023 e janeiro de 2024 foi de 5,66, o que também representa a menor marca da série histórica para o acumulado de 12 meses.

A taxa por 100 mil habitantes no estado é cerca de quatro vezes menor que a nacional, por exemplo, de 18 homicídios dolosos a cada 100 mil habitantes, segundo os dados mais atualizados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgados em 2021. Neste parâmetro, SP se coloca como o estado com a menor taxa de homicídios do país.

A taxa paulista é ainda sete vezes menor da registrada na cidade americana de Washington em 2023, quando a capital dos EUA registrou 40 homicídios por 100 mil habitantes, segundo dados compilados pela consultoria de análise de dados AH Datalytics, com base em informações públicas. Já o maior estado dos EUA, a Califórnia, tem 5,6 homicídios por 100 mil habitantes, número similar ao de São Paulo.

A menor taxa de homicídios da história é resultado das políticas criadas pela gestão para combater este tipo de delito. “O empenho estratégico das Polícias Civil e Militar com planejamento e inteligência foi fundamental para atingirmos esse resultado ao longo do ano passado. A integração entre as forças de segurança também foi outro fator que fez a diferença, não só para prevenir os crimes contra a vida, mas também com o aperfeiçoamento das investigações, dando uma resposta eficaz à sociedade”, avalia o secretário da Segurança Pública, Guilherme Derrite.

Entre os programas criados para ajudar no combate ao crime está o Sistema de Informação e Prevenção aos Crimes Contra a Vida (SPVida). Lançado em fevereiro do ano passado, ele automatiza os dados e auxilia as polícias a analisarem a dinâmica dos crimes contra vida para que, desta forma, seja possível elaborar diagnósticos e planos de ações com o intuito de reduzir as mortes.

Roubos em queda

Os roubos de veículos nas cidades paulistas também tiveram o menor número de registros dos últimos 24 anos para o mês de janeiro. A queda em todo o estado foi de 29%.

Todas as modalidades de roubo apresentaram queda no primeiro mês do ano. O destaque vai para o centro da capital paulista, onde a diminuição foi de 25%. As ocorrências de estupros e homicídios dolosos também recuaram no local entre janeiro deste ano e o do ano passado.

Destaque para o interior paulista, que no mês de janeiro alcançou o menor número de roubos em geral da série histórica. O trabalho conjunto entre as Polícias Civil e Militar permitiu que fossem registrados 540 roubos a menos do que em janeiro do ano passado.

Governo de SP participa de 10ª edição do Cosud em Porto Alegre

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui