Pelo Twitter General Heleno afirma que testou positivo para o coronavírus

General Augusto Heleno é o mais velho integrante do governo, tem 72 anos e, pela idade, está dentro do grupo de risco para o coronavírus

0
397
O general Augusto Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI).

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) general Augusto Heleno testou positivo para o novo coronavírus. A informação foi postada pelo próprio general em sua conta no Twitter. General Heleno afirmou que não tem sintomas de gripe e está isolado em casa aguardando o resultado da contraprova.

O ministro-chefe do GSI, integrou a comitiva que acompanhou o presidente Jair Bolsonaro em viagem aos Estados Unidos. Este foi o segundo exame feito pelo ministro. No dia 12 de março, o resultado deu negativo. “O meu exame, realizado ontem, para diagnosticar a presença de coronavírus, deu negativo”, disse á época em seu perfil no Twitter.

O general Augusto Heleno é o mais velho integrante do governo, tem 72 anos e, pela idade, está dentro do grupo de risco para o coronavírus.

Pessoas idosas, com mais de 65 anos, asmáticos, pessoas com doenças cardíacas, fumantes e diabéticos também estão entre os mais propensos a apresentar os sintomas mais graves da infecção.  

Com isso, agora são dezesseis o número de membros que integraram a comitiva do Presidente, ou tiveram contato com o grupo nos Estados Unidos que testaram positivo para o coronavírus. Também na terça-feira 17, a contraprova realizada pelo deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC) resultou positivo.

Além do general Heleno e de Freitas, testaram positivo Flavio Roscoe, presidente da Federação das Indústria do Estado de Minas Gerais (Fiemg); Marcos Troyjo, secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia; Robson Braga de Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI); Fabio Wajngarten, secretário de Comunicação da Presidência da República (Secom); Nelsinho Trad (PSD-MS), senador; Nestor Forster, encarregado de negócios do Brasil nos Estados Unidos; Samy Liberman, secretário Especial Adjunto de Comunicação Social da Presidência; Francis Suarez, prefeito de Miami; Sérgio Lima, publicitário que trabalha com a família Bolsonaro na criação do partido Aliança pelo Brasil; Karina Kufa, advogada de Jair Bolsonaro; e quatro integrantes da equipe de apoio da comitiva.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui