Carteira de estudante é grátis! Mais uma medida positiva do Governo Bolsonaro.

Em vídeo deputada Leticia Aguiar comemorou a medida

0
427

Agora os estudantes brasileiros podem adquirir a carteira de estudante sem burocracias e de maneira GRATUITA. Acabou o financiamento de entidades como a UNE e a UBES, que cobram R$35, além do frete, dos estudantes para emitir o documento.

Acabou a moleza para entidades esquerdistas, que exploram há anos os estudantes brasileiros para emitir as carteirinhas estudantis.

Parabéns ao Presidente Jair Bolsonaro e ao Ministro Weintraub pela iniciativa, mostrando que é possível melhorar a vida dos estudantes trabalhando com seriedade.

A deputada Leticia Aguiar mandou o recado em plenário, assista o Vídeo abaixo:

A abertura para que outras entidades – além da União Nacional dos Estudantes (UNE), da União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes) e da Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) – emitam esse tipo de documento está prevista na Medida Provisória 895, enviada pelo governo ao Congresso Nacional em setembro.

Desde então, tanto a MP como a ID Estudantil têm sido criticadas pelas entidades representativas dos estudantes. Segundo o presidente da UNE, Iago Montalvão, trata-se de uma retaliação ao movimento estudantil. Montalvão disse que a principal  intenção do governo com essas medidas é “prejudicar o movimento estudantil, que fez as maiores manifestações contrárias a ele”.

A fim de prevenir fraudes, o MEC informou que fará cruzamento dos dados fornecidos por meio de aplicativos com as informações da Carteira Nacional de Habilitação e, no caso de estudantes que não têm CNH, com os dados fornecidos para o documento de identidade (RG).

“Inclusive a foto [inserida no cadastro via aplicativo] passará por uma checagem junto ao banco de dados do Denatran [Departamento Nacional de Trânsito]. Quem não tem CNH terá de tirar uma foto do RG, frente e verso. Um algoritmo então vai comparar as fotos, de forma a dificultar fraudes”, explicou o diretor de Tecnologia da Informação do MEC, Daniel Rogério. “Pensamos também nos empresários: para eles, criamos o aplicativo ID Validade, que averiguará se o aluno está apto para receber os benefícios”, acrescentou.

O MEC alerta que, no caso de estudantes menores de idade, será necessária a autorização de um responsável legal, que deverá instalar o ID Estudantil no celular para, então, fazer o cadastro no qual informa os dados do menor.

Ainda de acordo com o o MEC, eventuais dúvidas sobre os aplicativos podem ser elucidadas por meio do site wwwidestudantil.mec.gov.br

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui