Comissão de Defesa e Direitos das Mulheres aprova parecer da Deputada Leticia Aguiar pela instituição da Semana Estadual do Combate a Violência Obstétrica

0
220

Em reunião da Comissão de Defesa e Diretos das Mulheres na Assembleia Legislava a deputada Leticia Aguiar teve seu parecer favorável ao PROJETO DE LEI Nº 703, de 2018 que institui a Semana Estadual do Combate à Violência Obstétrica de autoria do deputado Gil Lancaster, aprovado por unanimidade. O parecer da deputada foi acompanhado pelos demais membros da comissão.

A Semana do Combate à Violência Obstétrica criará espaços de debate pela sociedade e entidades de diversas classes. O objetivo é que a questão seja exposta, discutida e rompida, reconhecendo que somente através do conhecimento e da informação será possível combater a violência obstétrica e garantir tratamento digno e humanizado para todas as mulheres.

Para a deputada Leticia Aguiar é importante ouvir as pessoas e o poder público tem que dar respostas à sociedade, em especial às mulheres vítimas deste tipo de violência: “Meu voto foi favorável porque sou uma defensora da vida e da família e contrária a qualquer tipo de violência. Entendo que a sociedade precisa debater a violência obstétrica e buscar soluções para que não mais ocorram”, disse.

A violência obstétrica atinge muitas mulheres no Brasil, vítimas deste tipo de agressão, que pode ser física, verbal ou psicológica, tanto durante o parto quanto no pré-natal, e pode ter sido praticada por médicos, equipe hospitalar, familiares e acompanhantes.

Pela proposta a Semana Estadual do Combate à Violência Obstétrica será realizada, anualmente, de 8 a 14 de março, passando a integrar o Calendário de Eventos Oficiais do Estado de São Paulo. Antes de ser apreciada pelo Plenário da Alesp, a propositura será analisada pela Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui