Deputada Leticia Aguiar pede reabertura de clubes para prática de tiro

São mais de 130 clubes de tiro e grande número de atiradores, caçadores, e profissionais da área de segurança pública e privada

0
2344
Leticia Aguiar CACS Clubes de Tiro

A deputada estadual Leticia Aguiar (PSL) indicou ao Governador João Dória que tome as providências necessárias para que os clubes de tiro, fechados pelo decreto de quarentena, sejam reabertos em todo o território do estado de São Paulo.

A parlamentar recebeu muitos pedidos dos chamados CAC’s (Colecionadores, Atiradores e Caçadores), que somente no Estado de São Paulo são 93.678 com registros ativos, a maioria deles pedem a reabertura dos clubes de tiro para que possam voltar a treinar.

A deputada Leticia Aguiar considera principalmente que os clubes de tiro não geram aglomeração de pessoas e oferecem melhores condições de distanciamento e prevenção ao Covid-19 do que qualquer outra prática esportiva. “Essa é uma modalidade esportiva que pode ser praticada de maneira isolada, evitando aglomerações e claro tomando todas as medidas necessárias para evitar a disseminação do coronavírus” disse a parlamentar. Além dos CAC’s , o clube de tiro é imprescindível para todos os agentes de segurança pública ou privada que os utilizam para prática e treinamento.

No estado existem mais de 130 clubes de tiro e grande número de atiradores esportivos, caçadores de subsistência, colecionadores e profissionais da área de segurança pública e privada.

“O fechamento dos clubes de tiro, determinada pela quarentena em todos os 645 municípios, deixou os CAC’s, entre eles muitos atletas, e profissionais de segurança proibidos de treinar”, disse a deputada Leticia Aguiar.  

O tiro esportivo é atividade física reconhecida pela necessidade de forçar o cérebro a focar, movimentando os músculos superiores, e estimulando a atividade mental, o que contribui para alivio do estresse, combate a depressão e aumenta o foco e o reflexo.

O profissional de Segurança Pública, que estão trabalhando nos SERVIÇOS ESSENCIAIS, policiais militares e civis, Guardas Municipais, profissionais de segurança privada (transporte de valores, seguranças de bancos, entre outros), utilizam os clubes de tiro para prática e treinamento – importantes e indispensáveis nas atividades desempenhadas por eles.

“É raro Guardas Civis Municipais (GCMs) e profissionais da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), possuírem estande de tiro para treinamento em suas bases,  estes profissionais são dependentes dos clubes de tiro localizados em suas cidades de origem” declarou a parlamentar.

Outro importante serviço prestado pelos clubes de tiro para profissionais de segurança, é a manutenção, limpeza e reparo dos armamentos, que precisam de revisão constante para não falhar em caso de necessidade.

Entre os chamados CAC’s, os caçadores de subsistência, atividade em que o atirador depende da caça, assim como os atiradores esportivos, utilizam os clubes de tiro para prática da legítima defesa. Para que não sejam alvo de criminosos estes atiradores em deslocamento no trajeto da residência até o local de caça permitida, podem portar uma arma curta para defesa pessoal e de seu armamento, por isso a necessidade de constante treinamento, como já normatizado e fiscalizado pelo Exército Brasileiro.

Medidas de prevenção ao Covid-19 em Clubes de Tiro

A prática do tiro esportivo, não gera aglomeração, uma vez que existe limite de praticantes por período, principalmente pelo fato de os clubes de tiro trabalharem com agendamento prévio.

Atendendo as recomendações deste período, os clubes de tiro deverão providenciar Álcool Gel, e a todos os funcionários e praticantes será recomendado o uso de máscaras.

Outros EPI’s (protetor auricular e óculos de proteção) são de fácil desinfecção e poderão ser fornecidos, reforçando que os equipamentos são higienizados periodicamente e o uso é individual, importante ressaltar que grande parte dos atiradores possui equipamento próprio.

As cápsulas deflagradas, que são utilizadas para recarga posterior pelos clubes, passam por uma higienização térmica, por causa da alta temperatura da queima durante o disparo, o que permite que sejam recolhidas com segurança após o uso, mesmo tendo sido manipuladas pelo atirador.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui