Dória mantém fechamento de academias e salões de beleza até fim de quarentena

Decisão é baseada em nota técnica do Comitê de Contingência de Combate ao coronavírus para que atendimento presencial continue suspenso

0
1540
Academias e salões cirurgias

O Governo de São Paulo publica nesta quinta-feira (14) novo decreto estadual que mantém a suspensão do atendimento presencial a clientes de salões de beleza, barbearias, academias esportivas e centros de ginástica.

Um decreto federal incluiu academias de ginástica, cabeleireiros, barbearias e salões de beleza como atividades essenciais durante a pandemia do novo coronavírus foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União. Pelo dispositivo, essas atividades passam a ser consideradas essenciais, desde que obedecidas as determinações sanitárias do Ministério da Saúde.  

“Saúde é vida. Academias, salões de beleza e cabeleireiro, higiene é vida. Essas três categorias juntas é mais de 1 milhão de empregos”, afirmou o presidente Jair Bolsonaro a jornalistas na portaria do Palácio do Alvorada. Na maior parte do país, essas atividades estão com restrição de funcionamento decretadas por governos estaduais e prefeituras. 

O Governador João Dória determinou que São Paulo segue orientação do Centro de Contingência do coronavírus, que concentra as decisões científicas de enfrentamento à pandemia no Estado. Formado por 15 especialistas, o grupo reforçou que os estabelecimentos permaneçam fechados durante a quarentena em todos os 645 municípios de São Paulo.

“Em São Paulo, o Governo respeita e ouve o Comitê e o Secretário da Saúde. Eles nos afirmaram que não temos condições sanitárias seguras para permitir o funcionamento”, declarou o Governador João Doria na última quarta-feira (13).

O decreto também se baseia em decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que dá autonomia a estados e municípios em ações de isolamento social e interdição de serviços durante a pandemia.

O Governador acrescentou que não haverá alteração no decreto da quarentena até o próximo dia 31. “Todas as nossas medidas são baseadas na ciência, no diálogo e interlocução com os setores da economia e com os Prefeitos, sempre nos preparando para uma segunda fase”, disse Doria.

O Centro de Contingência do coronavírus justificou a necessidade de manter suspenso o atendimento presencial em salões de beleza e academias. “Do ponto de vista de controle de contágio, essas áreas representam um risco. Diante de outras atividades, o contato pessoal destas áreas é de alto risco”, explicou o Coordenador do grupo, o médico infectologista Dimas Covas.

Deputada Leticia Aguiar defende a necessidade de exercícios físicos para a boa saúde física e mental

A deputada estadual Leticia Aguiar apresentou projeto de lei, classificando a atividade física como essencial para o cidadão, com isso permitira a reabertura de academias: “Mesmo em tempo de quarentena, as pessoas poderão praticar atividade física em locais abertos ou fechados, desde que respeitando as medidas de distanciamento e higiene“, disse a parlamentar.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui