Duas escolas de Ribeirão Preto aceitam modelo de Escola Cívico-Militar

0
1824

Duas escolas do município de Ribeirão Preto devem aderir ao Programa Nacional e Escolas Cívico-Militares, na última semana os conselhos escolares e comunidade de três escolas da zona norte da cidade foram convocados para votar a indicação das escolas para o MEC

O conselho escolar, formado por pais, professores e alunos, das escolas Honorato de Lucca (Jardim Salgado Filho), Jaime Monteiro de Barros (Jardim Aeroporto) e Nelson Machado (Jardim Maria Casagrande) se reuniram com a população local para realizarem uma votação comprovando o aceite ou a recusa da comunidade escolar para indicação das instituições de ensino junto ao PECIM (Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares).

As comunidades escolares do Colégio Nelson Machado e Jaime Monteiro de Barros aceitaram a indicação e aguardam as próximas orientações do MEC através da secretaria de educação.

Já os representantes da escola Honorato de Lucca, recusaram o Programa Nacional das Escolas Cívico Militares. Na última sexta-feira (11), a prefeitura de Ribeirão Preto informou ao MEC as escolas com parecer favorável.

Vale lembrar que a adesão é voluntária por parte da escola, e para oficializar a indicação, é necessário comprovar o aceite da comunidade escolar conforme orientações no portal online do governo federal, inclusive com uma votação aberta aos pais, alunos e professores.

Confira a votação nas unidades indicadas por Ribeirão Preto;

EMEF Prof. Honorato de Lucca – 54 SIM – 66 NÃO – 0 NULO.

EMEF Nelson Machado – 148 SIM – 48 NÃO – 1 NULO.

EMEF Prof. Dr. Jaime Monteiro de Barros 197 SIM –  50 NÃO; 7 BRANCO; 4 NULO.

Para indicar as escolas, a secretaria de educação baseou-se no IDEB e no sistema de avaliação da rede municipal de ensino de Ribeirão Preto.

A próxima etapa está a critério do MEC, que deverá avaliar as escolas indicadas e escolher as 54 unidades que serão contempladas com o projeto e o convênio com o governo federal que irá repassar 54 milhões de reais ao PECIM já em 2020.

O objetivo é que em 2020 o Brasil tenha 54 unidades atendidas pelo programa. E a meta do governo para 2023; são 216 unidades em todo o país.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui