Escola de São Sebastião atingida por temporal é reconstruída e ganha novos laboratórios

Nova escola será entregue em dezembro pelo Governo de SP e terá capacidade para atender a mais de 300 estudantes

0
190
Escola de São Sebastião

As chuvas que atingiram o litoral norte de São Paulo em fevereiro deste ano destruíram parte da Escola Estadual Plínio Gonçalves de Oliveira Santos, fundada há 42 anos no bairro de Juquehy, em São Sebastião.

Para reconstruir o local em um curto espaço de tempo, o Governo de São Paulo, por meio da FDE, a Fundação para o Desenvolvimento da Educação, optou por um projeto arquitetônico inovador e sustentável, com obras de alvenaria para instalação de espaços modulares e pré-fabricados.

“É uma nova metodologia construtiva, feita com madeira de reflorestamento, que proporciona o conforto térmico e acústico das salas. As salas são modulares e os professores vão poder ministrar as aulas de uma melhor forma, de acordo com a necessidade da comunidade escolar”, explica Jean Pierre Neto.

A obra será entregue em dezembro deste ano pela Secretaria da Educação, menos de um ano após os temporais que destruíram o local.

“Estamos com uma conversa muito próxima com os alunos, professores e diretora. Desde o início do ano, tomamos o cuidado de estar próximo da comunidade, dando a atenção que eles merecem, para atender a expectativa deles em relação a essa nova escola”, conta Jean Pierre.

Com capacidade para receber mais de 300 estudantes, a unidade terá novas salas de aula, laboratórios de culinária, tecnologia da informação, biologia e química, além de uma nova cozinha, refeitório e vestiários. A quadra coberta, a última etapa da reforma, será entregue em abril de 2024.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui