Bancos fecham na segunda e terça-feira de carnaval

Na Quarta-feira de Cinzas o início do expediente será às 12h

0
138
Bancos
Cuidado com os golpes nos caixas eletrônicos dos bancos

Os bancos vão ficar fechados na próxima segunda (24) e terça-feira (25) de carnaval. Na Quarta-feira de Cinzas (26/02) o início do expediente bancário será às 12h, no horário local, com encerramento em horário normal de fechamento das agências, segundo informações da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Nas localidades em que as agências fecham normalmente antes das 15h, o início do atendimento ao público será antecipado, de modo a garantir o mínimo de 3 horas de funcionamento.

A Febraban orienta os clientes a utilizarem os canais digitais, como sites e aplicativo dos bancos, para a realização de transferências e pagamento de contas nos dias em que não houver expediente bancário nas agências.

As contas de consumo (água, energia, telefone etc.) e carnês com vencimento em 24 ou 25 de fevereiro poderão ser pagos, sem acréscimo, no próximo dia útil, ou seja na quarta-feira (26). Normalmente, os tributos já vêm com datas ajustadas ao calendário de feriados nacionais, estaduais e municipais. Caso isso não tenha ocorrido no documento de arrecadação, a sugestão da Febraban é antecipar o pagamento ou, no caso dos títulos que têm código de barras, agendar o pagamento nos caixas eletrônicos, internet banking, aplicativos e pelo atendimento telefônico dos bancos.

Os boletos bancários de clientes cadastrados como sacados eletrônicos poderão ser pagos via DDA (Débito Direto Autorizado).

DICAS DE SEGURANÇA

O carnaval chegou e os bloquinhos e a folia estão na rua desde janeiro. Nesse período, já foi possível constatar que, a exemplo do carnaval passado, o golpe da troca de cartões continua sendo um dos mais praticados. O furto de celulares também vem crescendo, o que exige cuidados redobrados da população com o seu aparelho, pois, nas mãos dos bandidos, as fraudes proliferam.

A aglomeração de pessoas e a distração no momento dos pagamentos facilitam aplicar o golpe da troca do cartão, o mais comum nesta época do ano. Eis como a coisa funciona: o golpista se passa por um ambulante e entrega a maquininha para o cliente digitar a senha do cartão. O falso vendedor se aproveita de um momento de distração do comprador e presta atenção na senha que está sendo digitada. Ou ainda, usa algum truque e desviar a atenção do folião para que a vítima digite a senha no campo destinado ao valor da compra, o que permite ao bandido descobrir o código secreto. Aproveitando-se da falta de atenção do comprador, o golpista devolve um outro cartão e a troca só é percebida muito tempo depois, quando a pessoa tentar usá-lo novamente.  

Preste muita atenção ao fazer os pagamentos, é a principal forma de evitar ser vítima desse golpe.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui