Governo de SP anuncia mais de R$ 1,7 bilhão no programa Estrada Asfaltada

Programa atende uma série de indicações da deputada Leticia Aguiar

0
142
Estrada asfaltada

O Governo de São Paulo anunciou nesta segunda-feira (21), no Palácio dos Bandeirantes, investimentos de mais de R$ 1,7 bilhão do programa Estrada Asfaltada, que levará melhorias para rodovias de todo o estado. Estão previstas 150 obras que irão modernizar 2.300 quilômetros de vias em 196 cidades do interior e do litoral.

Obras ponte Rodovia Oswaldo Cruz

deputada estadual Leticia Aguar, desde o início de seu mandato, vem trabalhando para atender as demandas das cidades das Regiões Metropolitanas do Vale do Paraíba e Litoral Norte e de Ribeirão Preto, sem deixar de atender demandas de diversos outros municípios paulistas, por isso, entre outras ações, indicou ao Governo do Estado de São Paulo diversas ações de manutenção, sinalização, instalação de passarelas, obras de recuperação e etc, em rodovias paulistas.

Para a deputada o anúncio de obras de recuperação de estradas é sempre muito importante, ainda que estejam de alguma forma atrasadas: “O Governo vem anunciando pacotes de obras que já deveriam ter acontecido, a abertura de editais, licitações, etc.. ainda leva tempo e as obras tem previsão de início em 2022, ano eleitoral. Meu compromisso continua sendo cobrar do governo do estado a execução dessas obras e fiscalizar com rigor a aplicação das verbas anunciadas”, declarou Leticia Aguiar

“Na totalidade dos investimentos já anunciados, tanto no programa Estrada Asfaltada quanto do Novas Estradas Vicinais, o Governo de São Paulo está investindo mais de R$ 4 bilhões em obras e melhorias. É o maior investimento em asfalto e em recuperação de estrada da história do estado”, disse Doria.

Esses investimentos dão início à nova matriz logística implementada pela Secretaria de Logística e Transportes. As mais de 150 obras do Estrada Asfaltada são tecnicamente chamadas de conservação especial, manutenção de vias que consiste em recape e implantação de nova sinalização das rodovias. “Estamos com o maior programa de recuperação de estradas da história em São Paulo. Até o final do ano, muitas destas obras já serão entregues”, afirmou o Vice-Governador.

O novo programa prioriza a retomada da economia nacional, apesar da pandemia da COVID-19. “A boa qualidade das rodovias impacta diretamente na redução de acidentes e, ao mesmo tempo, melhora a distribuição logística e aumenta o PIB paulista”, completou o Secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto.

Cronograma

O edital das obras deve ser publicado até julho e a previsão é que os serviços sejam iniciados até o final deste ano. O prazo de conclusão das obras varia de 4 a 14 meses. Após publicação da licitação no Diário Oficial do Estado, o edital poderá ser consultado pelo site do DER, mas sua versão completa deverá ser obtida somente na sede do órgão (na avenida do Estado, nº 777, na capital), com CD para gravação ou pen-drive.

Entre os serviços que deverão ser executados, destacam-se a adaptação da rodovia às novas condições de tráfego e alterações ocorridas no seu entorno; implementação de pequenas obras necessárias para o seu bom funcionamento e a redução do tempo de percurso, com a consequente diminuição no custo de transporte.

Região Metropolitana do Vale do Paraíba

Do total anunciado cerca de R$ 136 milhões do Programa Estrada Asfaltada serão para recuperação de rodovias do Vale do Paraíba. No total, 16 estradas da região vão receber os serviços de conserva especial.
As obras serão realizadas em rodovias dos municípios de Areias, Cunha, Jacareí, Lavrinhas, Monteiro Lobato, Pindamonhangaba, São Bento do Sapucaí, São José do Barreiro, São Luiz do Paraitinga, São Sebastião, Taubaté e Tremembé.

Confira os locais: 

  • SP 050, do km 113,3 ao km 126, em Monteiro Lobato. O investimento estimado é de R$ 8,1 milhões.
  • SP- 055, do km 112,55 ao km 120,00, em São Sebastião. O investimento estimado é de R$ 17,4 milhões;
  • SP- 062, do km 133,7 ao km 137,6, em Taubaté. O investimento estimado é de R$ 4,1 milhões;
  •  SP- 062, do km 137,6 ao km 146,00, em Pindamonhangaba. O investimento estimado é de R$ 11,1 milhões;
  • SP- 062, do km 151, 18 ao km 159,8, em Pindamonhangaba. O investimento estimado é de R$ 24,1 milhões;
  • SP- 068, km 247,4 ao km 255, em Areias. O investimento estimado é de R$ 6,3 milhões;
  • SP – 062, km 255 ao km 268,6, em São José do Barreiro. O investimento estimado é de R$ 9,6 milhões;
  • SP- 077, do km 000,00 ao km 005,00, em Jacareí. O investimento estimado é de R$ 3,9 milhões;
  • SP 123, km 000 ao km 007, em Taubaté. O investimento estimado é de R$ 10,4 milhões;
  • SPA-014/125, do km 000 ao km 0,7, em Taubaté. O investimento estimado é de R$ 595 mil;
  • SPA-017/123, km 000 ao km 004,9, em Tremembé. O valor estimado é de R$ 3,8 milhões;
  • SPA-042/125, km 000 ao km 001,3, em São Luiz do Paraitinga. O valor estimado é de R$ 1 milhão;
  • SPA-043/125, km 000 ao km 001,6, em São Luiz do Paraitinga. O valor estimado é de R$ 711 mil;
  • SPA-046/125, km 000 ao km 011,4, em São Luiz do Paraitinga. O valor estimado é de R$ 9,3 milhões;
  • SPA- 046/171, km 000 ao km 002,6, em Cunha. O valor estimado é de R$1,3 milhão;
  • SPA-092/060, km 000 ao km 005,3, em Pindamonhangaba. O valor estimado é de R$ 11,6 milhões;
  • SPA-099/060, km 000 ao km 004, em Pindamonhangaba. O valor estimado é de R$ 7,7 milhões;
  • SPA-166/042, km 000 ao km 006,4, em São Bento do Sapucaí. O Valor estimado é de R$ 3 milhões;
  •  SPA-227/058*, km 000 ao km 00,6, em Lavrinhas. O valor estimado é de R$ 1,1 milhão;

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui