Governo do Estado oferece curso gratuito de Libras em São José dos Campos

A deputada Leticia Aguiar apresentou projeto de lei que torna obrigatório o ensino de Libras na formação inicial e continuada do magistério

0
1878
Libras

O governo estadual está com inscrições abertas para um curso gratuito de Libras (Língua Brasileira de Sinais) em São José dos Campos. As inscrições devem ser feitas pelo site e as aulas têm início no dia 27 de janeiro, no Cefe (Centro de Formação do Educador).

O CEFE fica na Av. Olivo Gomes, 250 – Santana, na Zona Norte de São José dos Campos o Telefone: 3904-2900. As inscrições para o curso são feitas exclusivamente pelo formulário de inscrição, para acessar CLIQUE AQUI, e as vagas são limitadas.

De acordo com a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, o curso tem o objetivo de aumentar as possibilidades de interação pessoal entre pessoas com e sem deficiência auditiva por meio da Língua Brasileira de Sinais.

O conteúdo do curso visa ampliar a autonomia do público com deficiência e capacitar o usuário para a comunicação por meio da Libras, a fim de incluir as pessoas com deficiência auditiva que utilizam essa língua para se comunicar.

A deputada Leticia Aguiar (PSL) apresentou o projeto de lei 591/19, que já recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa de São Paulo. O projeto institui, no âmbito estadual, a obrigatoriedade do ensino da Língua Brasileira de Sinais na formação inicial e continuada do magistério. “Acredito que esta iniciativa vai, não só, garantir o cumprimento da lei, mas dá um tratamento mais específico e abrangente aos professores em todos os níveis no Estado de São Paulo, já que na proposta dou ao governo a possibilidade de criar normas complementares específicas para a rede pública que vai formar esses professores”, disse a parlamentar.

Segundo a deputada, a ideia da iniciativa surgiu a partir de reclamações de que existe uma legislação, mas que ela não era respeitada. “De fato, a lei e seus decretos determinam de forma genérica que apenas os professores universitários e de ensino médio devem ser capacitados. É muito importante essa capacitação para garantir ao deficiente auditivo o acesso ao conhecimento. Nosso projeto aprofunda mais a questão da capacitação dos professores. Precisamos ir além”, finalizou.

O Instituto Federal de São Paulo também oferece cursos gratuitos de Libras em suas 37 unidades espalhados por todo estado. Para saber mais acesse o site: https://www.ifsp.edu.br/sobre-o-campus.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui