“Meu trabalho por um Hospital Regional em Cruzeiro não acaba após promessa de Doria”, diz deputada

Na região Hospitais Regionais levaram em média 10 anos, entre a promessa do Governo até a efetiva entrega à população.

0
197
Promessas Doria Hospital Cruzeiro

O governador João Doria (PSDB) anunciou a construção de um novo Hospital Regional em Cruzeiro, que segundo ele será entregue em prazo recorde de um ano, a promessa foi feito durante evento no sábado (22) para anunciar investimentos de R$ 120 milhões em ações na região do Vale Histórico. A previsão do governo é de que o complexo hospitalar seja entregue até o fim de 2022 e equipado para operação até 1° de janeiro de 2023.

A deputada estadual Leticia Aguiar, presente ao evento, lembrou que o histórico de promessas cumpridas por governadores na região tem demora média de 10 anos, (período entre a promessa do Governo até a efetiva entrega à população), “Muitas promessas ainda não saíram do papel, outras não foram entregues amargando atrasos ainda maiores, como a Duplicação da Tamoios, o Trem Intercidades, o Contorno da Tamoios entre outras”, disse Leticia.

O Hospital Regional de São José dos Campos, por exemplo, foi promessa do ex-governador, hoje senador, José Serra em 2008 e só foi entregue no final da segunda gestão do ex-governador Geraldo Alckmin em 2018. Já o Hospital Regional de Caraguatatuba foi anunciado por Geraldo Alckmin em 2012 e entregue à população somente no Governo de João Doria, depois de muita demora, em abril de 2020, com a região já sofrendo com a falta de leitos causada pela pandemia da Covid-19.

Desde o anúncio do governador Doria a expectativa sobre a construção de um novo Hospital Regional em Cruzeiro aumentou. Segundo a prefeitura, o novo complexo hospitalar será construído em um terreno que pertence ao governo estadual ao lado do recinto de exposições da cidade. A prefeitura vai entregar o projeto com as necessidades para a implantação até o dia 30 de julho. O Hospital Regional do Vale Histórico, tem previsão de custo de R$ 30 milhões, o investimento será do governo estadual.

A deputada estadual Leticia Aguiar afirmou que o trabalho para a construção do Hospital Regional para o Vale Histórico não para após a promessa do Governador: “desde o início do meu mandato me reuni com diversas lideranças do Vale Histórico para iniciar os trabalhos de uma Frente em Defesa do Hospital Regional. Foram vários pedidos oficiais ao Ministério da Saúde, ao Governo do Estado de São Paulo e até ao Senado, para que fosse construído um Hospital Regional na cidade de Cruzeiro para atender o Vale Histórico e o Vale da Fé. O anúncio de hoje é uma conquista dessas pessoas, agora vamos fiscalizar para que não seja mais uma promessa do governador João Doria que não se cumprirá”, declarou a parlamentar.

O novo hospital era uma expectativa da região, que tem como referência de atendimento o Hospital Regional de Taubaté. A gestão acredita que, além de atender o Fundo do Vale, deve desafogar a estrutura da unidade em Taubaté.

Vale Histórico abrange os municípios de Areias, Arapeí, Bananal, Cruzeiro, Lavrinhas, Queluz, Silveiras, São José do Barreiro. O Vale da Fé inclui Aparecida, Cachoeira Paulista, Canas, Cunha, Guaratinguetá, Lorena, Piquete, Potim e Roseira.

Apesar do anúncio de um novo do hospital, foi assinado pelo governo uma autorização para que a secretaria de estado da Saúde proceda a reestruturação dos atendimentos utilizando as Santas Casas de Lorena e de Guaratinguetá.

A deputada Leticia Aguiar vem defendendo, desde 2019, a ampliação da assistência de alta e média complexidade na região utilizando a infraestrutura existente, como alternativa para solucionar o problema na região: “Após visitar as instalações das Santas Casas de Aparecida e Guaratinguetá, verifiquei que as unidades podem SER AMPLIADAS e se transformar em uma solução imediata para os atendimentos de saúde da região do VALE HISTÓRICO e VALE DA FÉ, até que se defina pelo governo do estado a construção de um Hospital Regional para atendimentos na REGIÃO”, disse.

Durante a pandemia, as cidades tiveram como suporte as Santas Casas, que chegaram a atingir 100% da ocupação hospitalar e os pacientes serem transferidos para cidades vizinhas.

Leticia Aguiar convocou a população para apoiá-la nessa cobrança sobre o Governo do estado: “Precisamos nos unir para dar ainda mais força a este projeto que beneficiará a população do Vale Histórico. Se você também apoia essa ideia, assim como eu, cobre o governador por uma saúde digna e de qualidade”, disse a deputada.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui