Leticia Aguiar diz que Doria articula ser candidato a Presidente pelo PSL e afirma: “Não serei cooptada pelo PSDB”

Segundo a parlamentar, Doria estaria articulando a possibilidade com a executiva do PSL e pressionando deputados apoiadores do presidente

0
669
Doria PSL cassação - Infância protegida

Perdendo espaço no PSDB, na disputa pela presidência do partido e por uma possível candidatura em 2022, circula pela Assembleia Legislativa de São Paulo e pelo Palácio dos Bandeirantes a possibilidade do Governador João Doria ser candidato à Presidência da República pela “ala tucana” do PSL de São Paulo.

A afirmação foi feita pela deputada estadual Leticia Aguiar do PSL, na tarde desta quarta-feira (03) durante intervenção no plenário da Assembleia Legislativa com transmissão ao vivo pela TV ALESP. 

Nesta quinta-feira (4) Leticia Aguiar, que é da ala Bolsonarista do PSL de São Paulo e uma das principais vozes na ALESP contra o Governador João Doria, publicou o vídeo em suas redes sociais denunciando o assédio que o PSL sobre os deputados bolsonaristas, tese também defendida pela deputada Janaína Paschoal, no sentido de aprovar projetos e até interferir na eleição da presidência da ALESP. 

No vídeo Leticia Aguiar alega que a possibilidade de Doria deixar o PSDB e se filiar ao PSL é assunto recorrente nos bastidores da Alesp, e segunda ela: “Não há nada tão ruim que não possa piorar”.  

Segundo a parlamentar Doria estaria articulando com a executiva estadual do PSL e pressionando deputados que são declaradamente apoiadores do presidente Jair Bolsonaro: “Nós, deputados Bolsonaristas, não estamos aqui pelo partido, estamos pelas pessoas que votaram para que nós pudéssemos representa-los. Não me prostrarei a nenhuma sigla partidária, muito menos ao João Doria” disse a deputada.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui