Metade dos brasileiros teve redução da renda causada pela pandemia, diz pesquisa

Pelo menos 16% dos trabalhadores foram dispensados temporariamente

0
268
Queda na renda
Com objetivo de evitar o contágio por covid-19, doença respiratória causada pelo novo coronavírus, o comércio foi fechado (19.mar.2020)

A crise gerada pela pandemia de coronavírus já afetou a renda de metade dos brasileiros, segundo pesquisa do Instituto Locomotiva. Entre os que já sentiram os impactos no orçamento familiar, 52% têm 50 anos ou mais, 48% possuem ensino superior completo e 38% moram na Região Sudeste.

A pesquisa ouviu, por telefone, 935 pessoas com 16 anos ou mais em 72 cidades do país.

Segundo o levantamento, 16% dos trabalhadores foram dispensados temporariamente e 57% afirmaram que suas empresas ou negócios não estão funcionando durante a quarentena. O índice dos que continuam trabalhando normalmente é 37% e 47% declararam estar trabalhando em casa.

A maioria dos entrevistados declarou que as perspectivas para o futuro são ruins. De acordo com a pesquisa, 88% estão preocupados em perder o emprego, mesmo percentual dos que acreditam que a crise gerada pela pandemia deve afetar a renda familiar.

Veja também

A deputada estadual Leticia Aguiar (PSL-SP) solicitou ao vice-governador, Rodrigo Garcia, durante uma reunião por videoconferência na última quinta-feira (8), a flexibilização das restrições impostas pela quarentena no estado de São Paulo.

De acordo com a parlamentar, cada região do estado de São Paulo possui suas próprias características da população, índices diversos de idade populacional, comportamento e convivência, podendo se adequar de diferentes maneiras à quarentena.

“As pessoas querem voltar a sua rotina, muitos não têm como sobreviver, precisam trabalhar para garantir seu almoço do dia. Peço pela flexibilização da quarentena, para que cada município tome suas decisões de acordo com as características da sua população, podendo aos poucos fazer um retorno gradual às atividades, com prudência e controle, sem que sejam punidos”, disse a deputada.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui