Hospital de Campanha do Anhembi: Supérfluo ou Necessário?

Ministério Público Investiga denúncia da Dep. Leticia Aguiar contra o Hospital do Anhembi

0
243
Anhembi MP Denúncias

O Ministério Público do Estado de São Paulo acatou as denúncias feitas pelo grupo PDO (Parlamentares em Defesa do Orçamento) após vistoria no Hospital de Campanha do Anhembi, ocorrida em 4 de junho deste ano.

Por meio de ofício, o subprocurador Geral de Justiça de Relações Institucionais, Arnaldo Hossepian Júnior informa ao grupo que a representação será apreciada pelo Procurador de Justiça Coordenador da Competência Originária Criminal Mario Antonio de Campos Tebet.

Na ocasião, os deputados apuraram uma estrutura subutilizada, com leitos incompletos, número de pacientes internados que não condizia com o que o governo informava oficialmente, além de danos na estrutura comprovados dias depois quando uma forte chuva alagou várias alas.

Anhembi MP Denúncias
Deputados estaduais: Coronel Telhada, Sargento Neri. Adriana Borgo, Márcio Nakashima e Leticia Aguiar

Para a deputada Leticia Aguiar, esta é mais uma prova que o trabalho desenvolvido pelo PDO é de extrema importância na fiscalização do uso do dinheiro público: “A abertura da investigação pelo Ministério Público é o reconhecimento da prerrogativa dos deputados estaduais em fiscalizar as ações do executivo, em respeito ao dinheiro que foi utilizado de maneira irresponsável durante a pandemia”, declarou.

O Conselho Regional de Medicina fiscalizou o local e também constatou problemas como falta de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e más condições de trabalho das equipes médicas.

O Hospital de Campanha do Anhembi começou a funcionar no 11 de abril e encerrou as atividades na semana passada.

O PDO é um grupo suprapartidário, criado com o objetivo de fiscalizar os gastos emergenciais durante a pandemia da Covid19. Vem acompanhando todas as medidas e apurando contratos, cujo trabalho conseguiu impedir uma compra irregular de aventais descartáveis no valor de R$ 14,1 milhões e promoveu uma economia de mais de R$ 600 milhões aos cofres públicos. Nós, do PDO, continuaremos fiscalizando e exigindo transparência nos gastos”, afirma o deputado sargento Neri, líder do grupo.

O grupo conta ainda com os seguintes deputados: Coronel Telhada, Márcio Nakashima, Adriana Borgo, Leticia Aguiar, Coronel Nishikawa, Ed Thomas, Edna Macedo, Conte Lopes e Tenente Coimbra.

Denúncias em www.grupopdo.com.br

VEJA OUTRAS AÇÕES DO PDO:

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui