Renovação da concessão da Via Dutra é tema de debate na Câmara Federal

0
333

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados discutiu na manhã desta quarta-feira a renovação da concessão da rodovia Presidente Dutra.

A estrada possui 402 km de extensão e liga as duas maiores regiões metropolitanas do País: Rio de Janeiro e São Paulo. Outras 34 cidades são cortadas pela rodovia que também é a principal ligação entre as regiões Nordeste e Sul.

A Via Dutra é administrada pela empresa CCR desde 1996. O contrato vence em março de 2021, mas o governo pretende fazer um novo leilão da rodovia já no segundo semestre de 2020.

O deputado federal Juninho do Pneu (DEM-RJ), que pediu a realização da audiência, ressalta que a Via Dutra afeta especialmente a mobilidade na Baixada Fluminense – formada por municípios de Duque de Caxias, Nova Iguaçu, São João de Meriti, Nilópolis, Belford Roxo, Queimados e Mesquita.

Juninho do Pneu quer ouvir prefeitos e moradores da região para “estruturar um esboço para uma nova concessão adaptada aos interesses da sociedade”.

Dutra na RMVALE

A Via Dutra é considerada a rodovia mais importante do Brasil, não só por ligar as duas maiores e principais metrópoles nacionais, mas também por atravessar uma das regiões mais ricas do país, o Vale do Paraíba. Devido ao dinamismo econômico da região do Vale do Paraíba, as cidades localizadas às margens da Rodovia Presidente Dutra vêm experimentando, nos últimos anos, um rápido processo de expansão e de conurbação, formando a chamada Megalópole Rio-São Paulo.

Apesar disso são muitas os aspectos e pontos de divergência entre a concessionária, as prefeituras e os usuários. Em Jacareí, por exemplo, o alvo de críticas dos moradores é a cobrança de pedágio para entrar e sair da cidade. Em outras cidades a construção de vias marginais, e obras de melhorias nos acessos aos municípios.

Debatedores
Foram convidados para discutir o assunto, entre outros:
– o diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Mario Rodrigues Júnior;
– o diretor-geral Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Antônio dos Santos Filho;
– a diretora da CCR Nova Dutra, Carla Fornasaro; e
– o prefeito de Noga Iguaçu, Rogério Lisboa.

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui