PDO denuncia Doria e secretários de Governo por evento com aglomeração em Marília

Grupo protocolou denúncia contra o governo no Ministério Público por descumprirem decreto que estabeleceu multas para quem realizar aglomeração

0
245
Aglomeração em Marília

O Grupo PDO, Parlamentares em Defesa do Orçamento, composto pelos deputados estaduais: Sargento Neri, Coronel Telhada, Marcio Nakashima, Leticia Aguiar, Adriana Borgo, Coronel Nishikawa, Conte Lopes, Tenente Coimbra e Agente Federal Danilo Ballas, encaminhou pedido ao Ministério Público solicitando análise da Promotoria de Saúde, para que sejam apuradas as contradições expostas em mídia entre a fala e decretos do Governador João Dória e as atitudes tomadas por ele e sua base governamental gerando aglomeração.

Em 24 de junho, no auditório da reitoria da Unimar (Universidade de Marília), ocorreu uma audiência pública para a criação do Aglomerado Urbano de Marília.

O evento organizado pelo executivo estadual contou com a presença de várias autoridades públicas, entre elas; o governador do estado João Dória, os secretários de Estado, Marco Vinholi (Desenvolvimento Regional) e João Camilo Pires de Campos (Segurança Pública) e prefeitos de várias cidades da região, reunindo centenas de pessoas aglomeradas em um espaço fechado, desrespeitando decreto estadual que prevê multas a quem promover aglomerações.

Para o deputado Sargento Neri é um absurdo que o governo comete com tanta hipocrisia: “É no mínimo uma brincadeira de extremo mal gosto e um descaso com a população que vem sofrendo com tantas imposições e restrições do governador e de prefeitos municipais. Proíbem aglomerações, justificando com os cuidados em relação a pandemia e sua possível contaminação, e fazem justamente o contrário realizando eventos com aglomeração”, declarou.

Para a deputada estadual Leticia Aguiar (foto) a hipocrisia não é novidade nas atitudes do governador, “Doria age sempre no faça o que eu digo e não faça o que eu faço. Já foi até flagrado sem máscara em hotel de luxo, realiza eventos políticos aglomerando pessoas em cidades do interior e manda multar o presidente e os ministros em eventos do Governo Federal. Hipocrisia pura”, disse a parlamentar.

Imagens publicadas no site da Prefeitura de Marília comprovam a aglomeração em espaço fechado

As aglomerações geradas pelo Governador vem se repetindo, na última desta terça-feira, 29, durante coletiva do governo de São Paulo o evento foi marcado pela presença de muitos políticos e autoridades, gerando aglomeração. Na abertura do seu discurso, o governador João Doria pediu desculpas pela situação.

Para os deputados membros do Grupo PDO em atitudes como essa, é mais que notório o abuso de poder e descaso as leis, além de tudo usar a “máquina pública” para favorecimento da imagem pessoal do Governador e de seus aliados bem como influência destes sobre o terceiro que é totalmente inaceitável.

No documento enviado ao Ministério Público aos cuidados da Promotoria de Saúde Pública do Estado de São Paulo, o grupo pede providências veja trecho reproduzido abaixo:

Diante do exposto, requer-se deste órgão ministerial as providências cabíveis com acompanhamento e análise dos fatos ora apresentados a fim de autuar todos os envolvidos na aglomeração conforme fotos e matérias exposta anexa, bem como, proíba que as aglomerações sejam impedidas respeitando o decreto imposto a toda sociedade. Solicitamos, ainda, que sejam comunicadas eventuais respostas e movimentações referentes a esse ofício aos e-mails oficiais dos Deputados Estaduais descriminados, conforme disponível no site da ALESP.

O PDO é um grupo suprapartidário formado com o objetivo de fiscalizar os gastos emergenciais nesta pandemia.
Denúncias em www.grupopdo.com.br

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui