Seja um Voluntário! veja como se envolver em trabalhos sociais

Dedicar algumas horas a atividades beneficentes por meio do trabalho voluntário é uma forma de desenvolver competências que são um diferencial para quem busca o primeiro emprego

0
1814
Voluntários se unem para ajudar a sociedade

Voluntariado e Responsabilidade Social são conceitos importantes que precisam ser desenvolvidos e estimulados na sociedade, principalmente entre os mais jovens. Os resultados alcançados por estudantes norte-americanos, que são incentivados de forma mais incisiva ao trabalho voluntário e ao envolvimento nas causas sociais, que são excelentes para a vida pessoal e profissional.

Por lá, vemos que, 60% (sessenta por cento) da comunidade estudantil estadunidense adere aos mais diversos programas de voluntariado. No Brasil, apenas 10% (dez por cento) dos estudantes se envolve neste tipo de ação.

Pensando em como incentivar o voluntariado entre os jovens, a deputada Leticia Aguiar (PSL/SP) apresentou um projeto de lei que institui, a política pública “Escola Cidadã”, de Responsabilidade Social e Voluntariado no Estado de São Paulo. PROJETO DE LEI Nº 851, DE 2019 já foi publicado no Diário Oficial e já tem parecer favorável da Comissão de Justiça e redação da ALESP.

Para a deputada Leticia Aguiar, o voluntariado é muito importante para envolver os jovens desde a escola e busquem participar mais: “por meio deste projeto de lei, pretendo que seja implementada uma política pública de fomento aos nossos estudantes, na rede estadual de Ensino” disse.

Deputada Leticia Aguiar recebe crianças de escola em visita a Assembleia Legislativa de São Paulo

Pelo projeto fica instituída na rede pública de ensino do Estado de São Paulo a política pública de apoio e fomento ao voluntariado e às ações de Responsabilidade Social.  O projeto consiste na realização de ações que visem o engajamento dos estudantes paulistas em ações que contribuam para diminuir a disparidade social e o engrandecimento dos laços de cooperação na comunidade.

Já está provado que dedicar algumas horas a atividades beneficentes por meio do trabalho voluntário é uma forma de desenvolver competências que são consideradas um diferencial competitivo para quem está em busca do primeiro emprego.

Além de fazer o bem, o jovem pode criar e desenvolver uma rede de relacionamento que poderá render bons frutos no futuro, tanto para a carreira, como para gerar impactos positivos na sociedade, o que tem sido cada vez mais valorizado pelos departamentos de recursos humanos das empresas.

Infelizmente a maioria das pessoas não sabem o que fazer para se tornar um voluntário? Como fazer para trabalhar com responsabilidade social? ou ainda não entendem: Por que ser voluntário ?

Então vamos responder à estas perguntas:

Uma pesquisa revelou que a grande maioria dos voluntários que trabalham em diversas atividades no Brasil querem:

  1. Ajudar ou contribuir para resolver parte dos problemas sociais do país,
  2. Sentir-se útil e valorizado na família e na sociedade,
  3. Fazer algo diferente no dia a dia e aumentar o rol de amizades
  4. Pelo menos 54% dos jovens gostariam de ser voluntários, mas não sabem como começar

Pois bem, preparamos aqui algumas informações para que você que deseja ser voluntário e não sabe como comece! Pois é, agora não tem desculpa:

Existem vários sites e entidades que disponibilizam mecanismos de pesquisa para que os jovens conheçam os trabalhos e das instituições que oferecem vagas para o trabalho voluntário mais perto de você.

Também vale lembrar que Voluntários, são mais felizes,  vivem mais e com muito mais  saúde! Mas isso não é só para os jovens! se você já tem 60 anos ou mais, tem tempo livre ou está aposentado, pense nisso:  Allan Luks, em The Healing Power of Doing Good, descobriu que pessoas que ajudam os outros têm consistentemente melhor saúde.

Segundo pesquisas divulgadas no livro oito em cada dez entrevistados afirmaram que os benefícios para a saúde retornavam quando eles se lembravam da ação feita em anos anteriores. Ajude uma entidade perto de sua casa. Você não vai se arrepender.

Como ser um bom voluntário

Qualquer pessoa pode ser voluntária, independente do grau de escolaridade ou idade, o importante é ter boa vontade e responsabilidade. A maioria das entidades beneficentes no Brasil ainda são muito pequenas, e não têm programas de voluntariado.

Encontramos um site em com mais de 5.000 entidades cadastradas, pesquise , provavelmente vai encontrar uma, que precisa de ajuda, perto da sua casa.

Sempre melhor começar com pequenas atitudes, todos fazendo sua parte é possível até mudar o mundo, mas antes de “mudar o mundo”, trabalhe para melhorar o bairro em que você vive.

Visite as entidades e sinta como cada uma delas funciona, do que ela necessita, talvez você tenha que pesquisar um pouco, frequentar e conversar com outros voluntários para até sugerir uma tarefa.

Por exemplo, pintar a entidade por fora ou por dentro, cadastrar doadores no computador, cuidar das redes sociais, ajudar a organizar um evento ou fazer uma festa. A iniciativa deve ser sua.

Ajudar os outros não significa que você será paparicado e que seu trabalho não possa ser criticado. Trabalho voluntário exige o mesmo grau de profissionalismo e comprometimento que uma empresa, se não for até maior.

Como já mostramos muitas empresas valorizam pessoas que foram voluntárias ou desenvolvem ações de responsabilidade social, porque mostra disposição em serem úteis. Existem regras a seguir e trabalho a fazer, por isso não desanime se nem todos vibrarem ou aplaudirem seu trabalho.

Mercado de Trabalho

O questionamento que atormenta grande parte dos jovens que estão desempregados, que representam a maior parte do contingente sem carteira assinada:

Como conseguir um emprego que exige experiência sem ter uma primeira oportunidade?

A solução pode estar no trabalho voluntário, depois de se engajar em trabalhos voluntários e de responsabilidade social, pode incluir em seu curriculum que será muito bem vindo!

COMENTÁRIOS:

Por favor coloque seu comentário!
Por favor entre seu nome aqui